Veja como resolvemos problemas:

“Tropicalizar” o IED e posicioná-lo como a única escola internacional de design no Brasil.

Cliente: IED - Istituto Europeo di Design

Entender para quem o IED-Rio gera valor.

Fomos convidados para solucionar o desafio de entender qual é o perfil do usuário do IED-Rio, descobrindo quais são os públicos para os quais a instituição gera valor.

Para isso, montamos grupos de alunos - da pós-graduação, de cursos de curta duração e de cursos de um ano do instituto - e exercitamos ferramentas que nos ajudaram a descobrir o perfil do usuário IED-Rio. Além das dinâmicas presenciais, realizamos uma pesquisa quantitativa online com todos os leads, prospects, alunos e ex-alunos da instituição.

A partir da análise de resultados, identificamos os quatro perfis principais de utilizadores do IED-Rio. Em um workshop, toda a equipe do instituto pensou em formas de melhorar a experiência dos alunos e, deste processo, obtivemos novos objetivos, melhorias, reestruturação dos processos e adequação de oferta de serviços às necessidades dos públicos.

Entender as lacunas do ensino superior de design no Brasil.

Em 2015, o IED-Rio montava sua graduação em design e nos convidou para entender a percepção dos alunos de design do Rio de Janeiro sobre o ensino superior da disciplina e suas lacunas.

Fizemos uma curadoria com alunos das principais faculdades da cidade e, a um grupo inicial de 30 alunos, foi oferecido um curso de Design Thinking gratuito, onde eles aprenderam a metodologia e nos ajudaram a identificar e resolver os problemas da graduação de design no Brasil.

O grupo identificou problemas como a falta de mentoria, a distância entre a graduação e o mercado, falta de conhecimento sobre design durante o Ensino Médio, a informalidade da profissão, dentre outros. A partir deste entendimento, a turma se dividiu em grupos para identificar o processo, o propósito e o espaço do ensino de design no Brasil.

Os resultados auxiliaram o IED-Rio no desenvolvimento de uma pré-graduação em design, pioneira no Brasil, chamada de Foundation. Comum na Europa e Estados Unidos, o curso apresenta os grandes pilares do design para alunos de Ensino Médio, que muitas vezes não têm acesso à disciplina no colégio, para que consigam escolher com mais segurança a habilitação que lhes convém.